Translate

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015


Minha Amiga

Minha amiga, que saudade intensa de você.
É como se fosse uma nuvem negra imensa,
tapando a minha visão para não te ver.

O meu peito dói, olhos lacrimejam
Nada em mim funcionam direito, a não ser a dor no peito
e a vontade de te ver.

A saudade é uma doença, que nos faz definhar,
É a mesma dor da solidão,
De que não tem seu par para amar.

A vida tem esses contratempos neste mundo moderno,
As pessoas trocam as amizades, como os doutores trocam de ternos.
Uns vão outros vem, muitos ficam esquecidos.

Mas na minha amizade que ficou distante,
não te esqueço, e ser esquecido não mereço.
Amizade também é sintoma as vezes de muito amor.
Com tanta coisa ruim acontecendo neste mundo,
Eu temo: Que tenha sido abduzida por um disco voador.

                                            Chico Gouveia

 Para: A Rose e a  Marga e aos esquecidos e esquecidas nesta vida, curta mesquinha e pequena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário