Translate

sábado, 31 de maio de 2014


Teu rosto me inspira, e me transforma em uma pira ardente.
Com  sua feição diferente e esse corpo esguio.
Eu me guio em rota de colisão,
contra uma estrela cadente. Você.
  
                                                              Chico Gouveia

sexta-feira, 30 de maio de 2014


O tempo que vai. O tempo que foi.
Só restou a lembrança de nós dois.
Nosso caso por acaso.
Foi um filme de curta temporada, não sobrou um cartaz,
uma platéia desinteressada,
O roteiro do filme não dizia nada.
Não era drama nem comédia, foi uma tragédia,
Nem choro nem risadas.
Nos separamos até a próxima encenação...
Talvez um filme de animação.
Atenção! Câmera! Ação!
Um claque no coração!

                                                      Chico Gouveia

Ela passou entre as  flores, acenou ao meu coração,
Deu um beijo de adeus, e sumiu como uma assombração.
Ainda procurei sem nada encontrar,
Ela se passou como um miragem, uma ilusão ótica ao meu olhar.

Sua imagem em mim ficou fixada.
Seria uma deusa ou uma fada, de um mundo distante,
Que por aqui passou por um instante.
Só me olhou e não me disse nada.

(Olhares casuais)                                                       Chico Gouveia


quinta-feira, 29 de maio de 2014


Mesmo que distante, ainda vejo alegria em seu semblante,
a distância não separa dois amantes.
O amor é verdadeiro, pensar...
Pensamos um no outro o dia inteiro.
Brigando com os ponteiros do relógio;
Para ele correr mais ligeiro.

                                                 Chico Gouveia

"Quero viver enquanto estiver acesa,
em mim,
a capacidade de me comover diante da beleza..."

                                                Rubem Alves

A intenção da beleza é a transformação do mundo.
Cada obra de arte é uma oração pela volta do Paraíso.
Em todos os cantos vemos o Dedo de Deus.
Mas o pecado tem turvado nossas vistas. 
A Natureza clama e reclama por mais atenção.
Na maioria das vezes respondemos com malcriação.

                                                      Chico Gouveia

quarta-feira, 28 de maio de 2014


Esperas por aquele que nunca virá,
Desejas aquele que nunca terás.
Sonha um sonho vazio, o conteúdo não existe
e nunca existirá.

O teu amor é uma bruma, uma ilusão.
Maltratas teu coração. Definha tua paixão.
Se parasses um instante, a qualquer momento,
o tempo de um pensamento.
Descobririas também que maltratas outro coração,
 que vive a te procurar. 
Tão perto que podes ouvir seu respirar.
Abrace a felicidade, enquanto ainda existe oportunidade.

                               Chico Gouveia

terça-feira, 27 de maio de 2014


Ligue para concessionária de eletrificação,
Que mandem a manutenção,
A luz do nosso amor está se apagando, 
alguém sabotou a instalação.
Cortaram os fios, derrubaram o poste e quebram as luminárias.
Querem a nossa separação.
Por favor, ligue logo para religar a instalação.

Você é a luz da minha vida, não posso viver na escuridão.
Querem fazer do nosso amor um velório, 
Á base de luz de velas.
Nem posso imaginar quem tenha esse coração.
Querer nos separar, quem serão elas?
As carpideiras de nossa paixão.

                                          Chico Gouveia

segunda-feira, 26 de maio de 2014


Ela parece uma bailarina, rodopiando seu corpo, 
De mim... Ela cai em cima.
Brinca como uma menina, me acariciando como se eu fosse seu boneco,
Seu brinquedo predileto.
Me manuseia com agilidade como uma pianista em uma Sinfonia,
Brincando com as teclas transpirando alegria.
Se atira ao meu lado e me diz: Me ama!

Ela parece bailarina, agitando os braços e as pernas,
Seu palco é nossa cama,
Passa a língua em meus em lábios e novamente me diz: Me ama!
São atos sucessivos da nossa Peça,
Nestes momentos o tempo não passa.
Para amar não se tem pressa.

                                                                      Chico Gouveia

domingo, 25 de maio de 2014


Inverno, o vento frio varre as ruas.
Arvores desnudas se encolhem, o Sol escondido atrás de uma nuvem.
O dia nublado,cinza, cinza enrugado.
Os pássaros não chilreiam, não se ouvem cantos.
O inverno ás vezes é duro como o aço, 
e dói como ausência de quem se ama. 
O inverno é uma saudade que vem e que passa.
Finge que vai, mas certeza que volta depois.
Calmamente espera, a Primavera, Verão e o Outono.
Volta revigorado para matar talvez: alguém congelado.

            Chico Gouveia

Eu nunca vi, nunca vi, ela passar por aqui.
Ela passa por lá, passa por lá,
mas não passa por aqui.

Ela tem medo, e acha que a alegria e coisa feia.
Felicidade só pode ser coisa alheia.
Passa  pelo vale das lágrimas, chorando.
Mas não passa por aqui, onde todos estão cantando.

Aqui tem sorriso, abraços e anedotas,
Se a tristeza passar por aqui... ninguém nota.
Aqui o Sol brilha mais, as nuvens são douradas,
A Felicidade é uma fruta, que colhemos em todas as temporadas.

Nunca vi, nunca vi, ela passar por aqui,
Mas se ela passar, se passar
Nunca mais sai daqui.

                                              Chico Gouveia

sexta-feira, 23 de maio de 2014


Cria, me recria a cada novo dia.
Me beija me deseja com euforia.
Me ame em todas as camas, me cause letargia.
Coloque um anúncio no jornal.
Faça uma reportagem ou coisa e tal.
Se declare, diga  que o nosso amor é vital,
Em nossa vida é o ato principal.
Que vou a televisão fazer uma declaração
Que você é o meu amor minha paixão.
Razão da minha vida e as batidas do meu coração.

                              Chico Gouveia

Animal!
Animal não tem entendimento.
Causa dor e sofrimento.
Animal explora o seu igual, o rouba ou assassina por nada.
Mata seu semelhante de fome. Escraviza.
Animal às vezes usa terno e gravata ou roupa comum.
Quase não se vê ele,  na Mata,
Gosta de destruir seu próprio habitat, suja a água bebe.
Coloca veneno na comida que consome.
Gosta de trocar de sexo e nem tem amor próprio, e se dizem civilizado
e os outros é que são animais. Não assumem a identidade.
Animal!  
Animal não tem entendimento.



                                                                 Chico Gouveia

quinta-feira, 22 de maio de 2014



ATÉ A ONDA DESMAIA, SE DESMANCHA NA PRAIA,
POR VOCÊ.
O SOL SE ABRASA, DE CIÚMES NEM AS NUVENS SAEM DE CASA,
POR CAUSA DE VOCÊ.
AS GAIVOTAS,  ATÉ OS BICOS ENTORTAM OLHANDO EM VOLTA,
TENTANDO TE VER .
O BARQUINHO NO HORIZONTE DANÇANDO ENTRE AS ONDAS,
DE ALEGRIA EM TE VER.
ÉS UMA SEREIA PASSEANDO  NA AREIA, DESFILANDO 
PARA O MUNDO VER. O MEU DIA É MAIS LINDO E FELIZ,
QUANDO VEJO VOCÊ.

                                           Chico Gouveia

quarta-feira, 21 de maio de 2014


Eu já fui...
Andarilho, eremita e morador de rua.
Dormi muitas noites coberto pelas estrelas, Sob a luz da Lua.
Na cama de papelão deitava-me com a noite nua.

Muitos banhos gelados levei, para desocupar a calçada,
Muitas vezes jogado na rua.
Mas quem tem esperança em Deus, um dia  do opróbrio se levanta.
A sorte me beijou, meu destino mudou com uma oportunidade,
Trabalho, casa e boa amizade.
A dureza da vida derrepente mudou para felicidade.

Agradeço ao meu Deus, Por não ter me abandonado,
Ele age na hora certa, seu relógio não falha.
A nossa pressa que nos causa incertezas e sempre nos adianta,
O destino pertence a Deus, é Ele quem rebaixa e levanta.

                                                  Chico Gouveia

A estrada que me leva lá para casa,
É uma estrada construída no tempo Imperial. 
Feita de terra batida recoberta de pedra mineral,
Vinda das Minas Gerais, não existe outra igual.

Também tem uma ponte construída toda em madeira de Aroeira,
toda inteira, sem nenhuma  emenda.
Por ela passou, a realeza da época e toda nobreza.
E os senhores barões proprietários de fazenda.

Na estrada que me leva lá para casa,
Passaram os soldados que causaram a extinção, de tribos inteiras
primeiros moradores da nossa nação
Por lá também passaram, os negros escravos em submissão,

A estrada que me trás aqui, tem muitas histórias para contar.
Histórias que o tempo apaga, se não tiver ninguém para escrever ou contar.
Também tem o final das histórias, porque...
A estrada que me leva lá para casa, estão querendo asfaltar.

                                                                           Chico Gouveia


terça-feira, 20 de maio de 2014


De Beijin a Nanquim,
Saigon ou Ho Chi Min,
Mande-me flores, nunca se esqueça de mim.
Daqui mando-lhe mil beijos com o eterno desejo
de estar aí.
O outro lado do mundo é logo aqui.
Nossa ponte aérea e feita de sonhos,
Sonhos medonhos que não se pode construir.
Na realidade a Asia não fica logo ali.

                                          Chico Gouveia

FELICIDADE É, SEMPRE,
RECUPERAR AQUILO QUE SE PERDEU.
QUERO RECUPERAR ESTE MUNDO MARAVILHOSO QUE ME ESCAPA
COMO ÁGUA ENTRE OS DEDOS.

A ESTRADA QUE ME LEVA PARA O SUL,
TAMBÉM ME LEVA PARA O NORTE.
A ESTRADA TAMBÉM TEM VIDA E TEM MORTE.
PODE ME LEVAR PARA RIBEIRÃO
OU PARA PINHEIROS SENTIDO NORTE.

DEPENDE DO FIRME CAMINHAR,
DEPENDE DA SORTE.
NO CAMINHO TEM MUITAS PEDRAS
MAS TAMBÉM MUITAS FLORES,
ROSAS, MARGARIDAS E MIL-AMORES.
MUITAS ALEGRIAS, SAUDADES E MUITAS DORES.
MEU TRILHAR NEM SEMPRE SOU EU QUE FAÇO,
AS VEZES CAUSO TRISTEZA E EMBARAÇOS.

A MINHA ESTRADA TEM   SUL E TEM NORTE,
O LESTE E OESTE MAIS DISTANTE.
LÁ NO HORIZONTE DESPONTA A MORTE,
CAMINHO COM OS PASSOS DE RETIRANTE,
FUGIR DELA SÓ POR BREVES INSTANTES.

AMO TODAS AS AMIZADES QUE EU TENHO,
ABRAÇÁ-LAS TODAS EU NÃO POSSO,
TAMBÉM NÃO TENHO TANTOS BRAÇOS,
MAS DEIXO UM CARINHO FEITO DE CORAÇÃO,
ESCREVENDO O NOME DELAS POR ONDE PASSO. 

                                                   Chico Gouveia

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Na Federal.


"Na Federal".

Chico!
O Chico sou eu seu moço!
Essa alma gordinha,
Dentro desta carcaça de osso.
Moço! Sinceramente...
Tenho a cabeça vazia, e problemas até o pescoço.

Olha!
Não sou a Oitava maravilha do mundo,
Também nenhum colosso.
Nunca comi um filé,
Sempre e sempre roí o osso.

Moço!
Mas se for para trabalhar...Trabalho.
E se é para ajudar... Ajudo.
Atrapalhar não atrapalho,
E se for para me calar, eu fico mudo.

Moço, sou amigo dos amigos, 
Inimigos aqui não tem.
Não falo da vida dos outros,
A todos eu trato bem.
Sou referência de consciência,
Não prejudico a ninguém.      
Chico! Sou eu seu Moço.

                                Chico Gouveia

domingo, 18 de maio de 2014


Nasce o dia. Nasce.
A vida se irradia em cachoeiras de alegrias.
Nasce o dia.Nasce.
Burburinhos, agitação, monotonia.
Nasce o dia, nasce em uma fervorosa oração.
Devoção a natureza, a beleza ou a pureza do coração.
Nasce o dia. Nasce.
Em nova luta do Bem contra o Mal.
A riqueza ostentada à custa da miséria,
A Nova Era da civilização deixou de ser:
Irmão matando irmão.
Os filhos agora matam os pais.
A Humanidade nasce com o dia suportando seus ais.
E a Morte dança, rodopia cantando gritando:
" Quem quer ir? Quem vai?"
Nasce o dia...Nasce!

                                            Chico Gouveia

sábado, 17 de maio de 2014


Ela toca, mas não canta,
Mas me encanta como um santa.
Toca! como ela toca,
e me provoca
mas sem nenhuma intenção.
Cada acorde é uma flechada em meu coração.
Ela se diz apaixonada por um tal Ravel.
Fico triste e levanto as mãos ao céu,
como se fosse um maestro
ou um idiota menestrel.

                                        Chico Gouveia

sexta-feira, 16 de maio de 2014


Rosa! Você não tem perfume,
Nem o lume de amor para iluminar minha paixão.
Você é uma rosa que não é rosa é só espinho,
 e furou meu coração.
Não teve o cuidado de desabrochar,
Fez pouco caso da estação do ano, cometeu muitos enganos,
Sozinha vai ficar.

                                Chico Gouveia

quinta-feira, 15 de maio de 2014


Mon Bijou

Desapega,não gruda não pega,
Não deixe vazio nem passa a régua.
Controle a quantidade no copo de nossas emoções.
Cuidado com arritmia e os infartos de nossas paixões.
Nos amemos aos poucos, servidas em pequenas porções.

Quem diria que chegaríamos ao ponto,
De economizar nossas fantasias
Criando um serviço à La carte
Para cada dia.
                                                                     Chico Gouveia

quarta-feira, 14 de maio de 2014


O QUE POSSO DIZER SOBRE VOCÊ AFINAL.
VOCÊ É COMPLETA E NATURAL.
TEUS OLHOS ME CHAMAM,
E CAUSA NO MEU PEITO UMA CHAMA INFERNAL.
TEUS LÁBIOS UM CONVITE,
UM DESEJO IMENSO ACREDITE.
UM SONHO NA CAMA, POIS É...SÓ NA CAMA,
 PORQUE NA COZINHA NÃO SABE FAZER UM CAFÉ. 

                                                               Chico Gouveia

LEVASTE-ME  PARA QUE EU CONHECESSE
UM PAGODE NA CHINA. 
MINHA DOCE MENINA DOS OLHOS AMENDOADOS.
NADA DISSE, MAIS FIQUEI INVOCADO.
O PAGODE NÃO ERA SAMBA, E A BEBIDA NENHUM TRAÇADO.
COLHER NA MESA NÃO TINHA, SÓ UNS PALITOS ENROLADOS.

O LUGAR MUITO BONITO, TINHA ATÉ UMA PRAÇA CELESTIAL,
PERGUNTEI POR JESUS, QUASE ME DEI MAL.
AI TE PEGUEI TROUXE DE VOLTA AO HOTEL,
TANTO FAZ CHINA OU BRASIL TEUS CARINHOS ME LEVAM
ATÉ O CÉU.

                                                                                   Chico Gouveia 

terça-feira, 13 de maio de 2014


A VELHA MÚSICA AINDA TOCA, NAQUELE VELHO GRAMOFONE.
UM JAZZ TOCADO COM CLARINETE E TROMBONE,
O CANTOR PARECE ESTAR  EMBRIAGADO
O QUE ELE DIZ NINGUÉM ENTENDE NADA.
CANTA COM A VOZ EMBARGADA.

78 RPM DE RECORDAÇÕES,
MÚSICAS ANTIGAS RECORDAM MOMENTOS DA VIDA.
FELICIDADE, ALEGRIA, DOR E AS FERIDAS E OPORTUNIDADES PERDIDAS.
QUE NÃO PASSARAM;  ESTÃO NO CORAÇÃO ESCONDIDAS.

AS PEQUENAS COISAS QUE PASSAM DESPERCEBIDAS,
MARCAM MOMENTOS DEPOIS NAS RECORDAÇÕES.
SÃO GRAVADAS EM UMA SÓ ROTAÇÃO,
E TOCADAS NO GRAMOFONE DO CORAÇÃO.
E NUNCA DEIXAM DE SEREM OUVIDAS.

                                                  Chico Gouveia


Morena da Cantareira


"Morena da Cantareira"

Morena dos olhos verdes,
Passo horas na rede contigo a sonhar.
Olhando atento para as águas do açude.
A imaginação vira um grude,
Que não quer me largar.

Tanta água para matar a sede,
Eu subindo pelas paredes,
E você sem se importar
Por isso morena dos olhos verdes,
Passo horas na rede contigo a sonhar.

O destino parece moleque,
Vai nos atirando pedras sem nos acertar,
Vai nos desviando do caminho.
Quando notamos já estamos sozinhos,
Sem poder para o caminho voltar.

Morena dos olhos verdes,
Vou ficar com minha sede,
O açude agora parece está a secar. 
A culpa é do destino.
Esse safado menino, Que resolveu nos separar. 

             Chico Gouveia 

segunda-feira, 12 de maio de 2014


UM CIDADÃO FOI PRESO POR VADIAGEM,
EM PLENO MEIO DIA OLHANDO MIRAGEM.
VIU UMA DANÇARINA,  DA DANÇA DO VENTRE
NO MEIO DA AVENIDA PAULISTA.
 O CIDADÃO PAROU O TRANSITO INTERDITOU A PISTA.
COM MEDO DELA SER ATROPELADA.
MAS A DANÇARINA VIROU FUMAÇA.
ELE MÃO VIU MAS NADA.
NÃO DEU TEMPO NEM DE SE EXPLICAR,
 ENCHERAM O COITADO DE PORRADA. 
FOI PASSEAR DE CAMBURÃO.
FICAR NUMA POUSADA
NA DELEGACIA DA CONSOLAÇÃO.

CHICO GOUVEIA

DANÇA! ME EMBALA E BALANÇA.
FAZ DE MIM UMA CRIANÇA,
E VEM ME AMAMENTAR.

ME LEVA PARA CAMA
ME PONHE UM PIJAMA,
 ME COLOCA PARA DEITAR.

ME DÁ O CALOR DO TEU CORPO,
VAI ME ABRAÇANDO AOS POUCOS
COM BEIJOS E CARINHOS
BEM DEVAGARZINHO
PARA SEU BENZINHO NÃO ACORDAR.

                                           Chico Gouveia

domingo, 11 de maio de 2014


SONHO COM SONHO, NÃO SONHO
ACORDO COM SONO,
COM OS OLHOS TRISTONHOS.
LEMBRANDO QUE A VIDA NÃO É FANTASIA;
ABRINDO OS OLHOS COMEÇA-SE O DIA.
PARA VIVER ESSA VIDA SÓ COM CORRERIA.
VOU CORRER ATRÁS DA FELICIDADE
ANTES QUE ACABE O DIA.
O MEU AMOR FICOU NA JANELA
COMO EU GOSTARIA DE TER FICADO.
MAS NEM TUDO É CAMA, PIJAMA E O CALOR DOS BRAÇOS DELA. 
A RESPONSABILIDADE DO TRABALHO ME CHAMA.
A NOITE VOLTO  PARA JUNTO DE QUEM ME AMA.
                                                                                                                 
                                                                                               Chico Gouveia

sábado, 10 de maio de 2014


EU TIVE VÁRIAS MÃES.
A MÃE NATURAL, MINHA VÓ, TIAS,
E OUTRAS MULHERES DA FAMÍLIA.
SOU FELIZ POR ISSO, CRESCI AMADO POR VÁRIAS
MULHERES.
TODAS JÁ SE FORAM. O TEMPO LEVOU.
ESCREVO CHORANDO COM SAUDADES DE CADA UMA DELAS,
MINHA MÃE NATURAL, ESSA ME MARCOU,
ME EDUCOU, ME ENSINOU, ME CASTIGOU E ME FEZ  HOMEM.
COMO EU QUERIA QUE ELA AINDA ESTIVESSE AQUI.
MAS EU ME CONTENTO...EU SOU UM PEDACINHO DELA. 

                                            Chico Gouveia

NESTE FIM DE SEMANA, GOSTARIA DE TE VER.
SABER DE SUA VIDA, SEUS PROBLEMAS, SEUS DILEMAS
ENFIM SABER DE VOCÊ.

É QUE BATEU UMA SAUDADE,
E QUANDO A SAUDADE BATE DOE PRA VALER.
SÃO PANCADAS DE VERDADE VOCÊ DEVE SABER.

SAUDADES DOS TEUS DOS LÁBIOS,
DOS TEUS OLHOS.
SINCERIDADE, DO TEMPO DE FELICIDADE.

VOCÊ NUNCA ME DISSE QUE ME AMAVA,
SINTO SAUDADES MESMO ASSIM,
COMO FOSSE UM PEDAÇO DE MIM. 
FOI DESTE JEITO QUE ME CATIVOU,
A TUA IMAGEM EM MEUS OLHOS NUNCA SE APAGOU.

NÃO SEI PORQUE NOS SEPARAMOS,
MEU CORAÇÃO NUNCA QUIS,
AGORA ESTÁ COM SAUDADES DE SER NOVAMENTE FELIZ.
QUEM SABE NESTE FIM DE SEMANA,
É VOCÊ QUEM DIZ?

                                                 Chico Gouveia


CAVALGA MEU CORPO,
ME DEIXA LOUCO,
QUERO SER TEU ALAZÃO.
VAI CHIBATEANDO AOS POUCOS
TEU CORPO,
NA MINHA PAIXÃO.

                                              Chico Gouveia

sexta-feira, 9 de maio de 2014


AINDA ONTEM SONHEI COM VOCÊ.
TRISTE SÓ ABANDONADA.
À BEIRA DA VIDA.
TENTAVA LHE FALAR, MAS MINHA VOZ NÃO SAIA.
QUERIA IR ATÉ VOCÊ, MAS O CORPO NÃO OBEDECIA.
FICAVA ESTÁTICO TE OLHANDO.
CHOREI, LEMBRANDO-ME...
QUE VOCÊ NÃO MAIS EXISTIA.

                                                      Chico Gouveia

quinta-feira, 8 de maio de 2014


O NOSSO AMOR PARTIU NO ÚLTIMO TREM;
E VOCÊ LEVOU MEU CORAÇÃO TAMBÉM.
NA SUA MALA DE VIAGEM,
MINHA FELICIDADE FEZ PARTE DA TUA BAGAGEM.

EU SEI QUE DESCARTARÁ TUDO NO CAMINHO
EM ALGUMA ESTAÇÃO DA CIDADE SOLIDÃO,
PARA SER ENTREGUE A DESTRUIÇÃO.
TORNEI-ME UM MUTILADO
APUNHALADO PELA SEPARAÇÃO.

Chico Gouveia 

Ainda há lugar para imaginação.
Ainda há lugar para os sonhos.
 Ainda há tempo para sonhar.
No coração ainda há lugar para um amor.
Para amar.

Imagine amando.
Sonhe com um amor. Acorde amando.
Viva.Viva!
Acorde para a vida.
Fuja da gaiola da solidão, da decepção.
O passado foi ontem, os fantasmas da alma passaram.
Hoje é outro dia, se abrace a felicidade
Prenda-a por toda sua eternidade.
                  
                                   Chico Gouveia 

Para visitar teu corpo Amor,
Trago como ingressos as mãos
bem cheias de calor.
Os lábios a ferver, o corpo a tremer,
Medo de morrer...de Amor.

                         Chico Gouveia

quarta-feira, 7 de maio de 2014


Oh Margarida!
A que preço chegou a vida,
O valor de uma "bala perdida".
Nem gosto de falar.
Não saio mais à janela, Com medo de uma delas me acertar.

Margarida!
Estou sabendo que andas com armada com um porrete,
Doidinha para me encontrar.
Mas em nome da boa ciência
Tenha consciência,
jogue o porrete fora e vamos conversar.

Se que não cumpri a minha promessa, porque tanta pressa?
O tempo corre mas não morre.
Ele pode dar mais um tempo  e esperar.
Mas eu lhe prometo, 
Que vou fazer tudo direito
Para não apanhar..

Margarida!
Bem sabes da minha predileção,
Incluo você toda noite na minha oração,
Moras no lado esquerdo dentro do meu peito,
não precisa de agressão.
Só não posso voltar ao Bar do Chines,
Comer com pauzinho aquele arroz duro
com Frango Xadrez.

                                                           Chico Gouveia

BENDITA SEJA ENTRE AS OUTRAS MULHERES,
IREI CONTIGO, ONDE QUISERES.
SEREI TUA CAPA, TEU VESTIDO OU COBERTOR,
MAS, NÃO ME DEIXES SENTIR A FALTA DO TEU AMOR,
FAREI DE TUDO  AO EXTREMO,
PARA LHE AGRADAR.
SÓ NÃO DEIXE A CHAMA DESTE AMOR APAGAR.

                                             Chico Gouveia

terça-feira, 6 de maio de 2014


QUANDO TUDO É TÃO TRANSPARENTE
ÀS VEZES NEM CONSEGUIMOS ENXERGAR.
TUA AMIZADE NÃO ERA AMIZADE.
ERA O DESEJO DE AMAR.
EU NÃO ENTENDI NADA,
E VOCÊ NÃO CONSEGUIU SE EXPRESSAR.
TOLO QUE FUI, AGORA NÃO ADIANTA CHORAR.

                                              Chico Gouveia

DIZEM QUE O AMOR É CEGO,
MAS LEVEI O MEU A O OFTALMOLOGISTA,
PARA PODER TE ENXERGAR,
MEU BEM!
NUNCA PERDÊ-LA DE VISTA.

TUA BELEZA É TANTA
QUE ATÉ ME ESPANTA
NÃO TER SE TRANSFORMADO EM  CAPA DE REVISTA.

QUANDO VOCÊ CHEGA
MENINA!
MEU CORAÇÃO SE DERRETE FEITO GELATINA,
QUER SE DERRAMAR TODO EM VOCÊ, 
MAS NESSA ALTURA... JÁ VIRASTE A ESQUINA.

                                                  Chico  Gouveia





segunda-feira, 5 de maio de 2014


QUANDO A NOITE CAI...
SOLIDÃO.
QUANDO O SOL NASCE...SOLIDÃO.
OS DIAS SÃO LONGOS,
NOITES COMPRIDAS. 
VIDA SEM SAÍDA.
DESILUSÃO.
COMO TRISTE É, VIVER SÓ.
LÁ FORA A CIDADE BORBULHA,
TODOS  SÃO ESTRANHOS,
TODOS À PROCURA DE ALGUÉM.
MAS A CIDADE NÃO OFERECE NINGUÉM.
MONSTRO DE FERRO E CIMENTO.
DOR E PADECIMENTO.


Chico Gouveia 

ROSE A ROSA AINDA ESTÁ VERMELHA,
VIVA NESTE COPO D'ÁGUA,
 NELA AINDA EXISTE UMA CENTELHA,
DO RAIO PENETRANTE DO TEU OLHAR.
QUANDO OLHAS PARA MIM,
ABAIXO A CABEÇA PARA O RAIO  DO TEU OLHAR
NÃO ME ACERTAR.
ME ACERTANDO CORRO O RISCO
DE ME APAIXONAR.

AI, AÍ 
POSSO ME TORNAR DO TEU AMOR...ESCRAVO,
ME AGARRAR A VOCÊ,
E NÃO QUERER MAIS SAIR, 
NÃO ADIANTA CORRER, NÃO ADIANTA FUGIR
NÃO FICO MAIS LONGE DE TI.
NÃO...
                                                        Chico Gouveia

domingo, 4 de maio de 2014


ME SEGURA SE NÃO EU CAIO,
ME SEGURA SE NÃO EU CAIO.
MAS ANTES DE CAIR, MORENA!
SEGURO NO TEU BALAIO.

MORENA BONITA DA PELE PERFUMADA
VAMOS SAIR JUNTOS PARA VENDER COCADA,
VOCÊ VAI OFERECENDO PARA FREGUESIA,
VOU SEGURANDO NO BALAIO,
 PARA MINHA ALEGRIA.

QUE PENA MORENA!
A COCADA ACABOU.
VAMOS LÁ PARA CASA, MORENA !
 VAMOS FAZER MAIS.
NO TACHO VOCÊ PONHE AÇÚCAR,
EU QUEBRO OS COCOS.
MEXE MEXE TUDO MORENA,
ME DEIXA LOUCO.

Chico Gouveia


SEU DELEGADO, EU SOU PAI DE FAMÍLIA,
VENHO AQUI NESTA DELEGACIA 
RECLAMAR.
O CHICO NÃO SAÍ DO MEU PORTÃO
COM MAL INTENÇÃO.
NEM POSSO MAIS IR TRABALHAR.

ELE ESTÁ DE OLHO NA MINHA FILHA,
POR CAUSA DO ASSÉDIO ELA NÃO QUER ME RESPEITAR.
A MENINA ME DISSE QUE ESTÁ DE MALAS PRONTAS,
PARA MIM ISSO É UMA AFRONTA,
DISSE QUE COM ELE VAI MORAR.

CHICO É UM MALANDRO SAFADO,
VIVE DESEMPREGADO,
COMO VAI LHE  SUSTENTAR. 
UM SUJEITO ESQUISITO FEIO TODO TORTO,
SE SUA EXCELÊNCIA NÃO TOMAR UMA PROVIDÊNCIA,
UM DE NÓS DOIS AINDA VAI CAIR MORTO.

" A filha do chinês".
                                                                                 Chico Gouveia
 " Ô" DA ROÇA

A MÃE DELA ME DISSE, ELA ME CONTÔ,
QUE FOI ABDUZIDA POR UM DISCO VOADÔ.
FOI UM ALIENÍGENA LHE QUE LEVÔ.
ELE TINHA OS ZÓIOS VERDES QUE LHE ENCANTÔ.
NUMA ESTRANHA MÁQUINA LHE SEVICIÔ. 
BEM ATRÁS DO MOTÔ.
FOI LÁ!

ELA VIU PLANETAS, ESTRELAS CADENTES, 
EM MAIS DE MIL POSIÇÕES DIFERENTES.
ELE SÓ TINHA OS ZÓIOS VERDES E NADA DE DENTES.
E LHE BABOU  TODA UMA GOSMA ARDENTE.
BEM LÁ!

DELA!
PELO BAFO DA CACHAÇA,
PELO RONCO DO TRATÔ.
MAIS UM MALANDRO QUE SE APROVEITOU.
A VÉIA CAÍDA DE PORRE, NÃO SE LEVANTÔ.
PELAS ROUPAS CHEIA DE GOSMA ARDENTE,
FOI ELA QUE VOMITÔ.
FOI LÁ....

                                                            Chico Gouveia 

CHEIA DE QUEIXUMES.
USA PEDRA HUME.
QUE A LUZ DOS MEUS OLHOS
 NÃO SÃO MAIS  SEU LUME.
RECLAMA DE TUDO, ME DEIXA MUDO.
SEM RAZÃO.
QUALQUER DIAS DESTE ME APROVEITO
DA SITUAÇÃO.
LEVO-A AO MERCADO DE ESCRAVAS BRANCAS
FAÇO UMA NEGOCIAÇÃO.
DIZEM QUE NA TAILÂNDIA TEM UM BOM MERCADO,
NA MALÁSIA POR TODA ÁSIA
SE CONSEGUE UM PREÇO.
NA EUROPA EM UM CASTELO COM UM BRASÃO
COM ÁS DE COPA.
TEM BOM APREÇO, DIZEM QUE PAGAM UM BOM PREÇO.
MAS ANTES VOU APROVEITAR,
DEIXÁ-LA MALUCA COM BEIJOS NA NUCA.
COMO NUNCA VOU-LHE AMAR.
MUDO DE IDEIA SE ELA PARAR DE RECLAMAR.

Tráfico de ser Humano, Escravidão Sexual além de ser crime e vergonhoso 
o caráter Humano.

                                                               Chico Gouveia