Translate

terça-feira, 29 de setembro de 2015



A VIDA NÃO É UM DOCE


A vida não é um café da manhã ou bolo confeitado,
Pão, doces e guloseimas por todos os lados, e
açúcar derretendo na boca..
Na verdade a vida é séria e muito louca.
Subidas e descidas e muitas tropeçadas.
Chegar aso topo do sucesso não representa nada.
Muitas vezes o sucesso está aqui mesmo na calçada.

A vida não perdoa, aqui é o céu e o inferno.
Não adianta fazer plástica ou trocar de terno.
Do tempo ninguém escapa, a vida se esvai aos poucos,
Tudo que você faz tem um preço a ser pago,
Prêmio e castigo tem o mesmo valor,
Até mesmo o amor se não for bem direcionado.
A vida é um doce com gosto de absinto, cada um tem a sua sorte,
Mas todos acabam nos braços da morte.

                                                                              Francisco Gouveia

sexta-feira, 25 de setembro de 2015




CANTIGA DE RODA




O  Papa-figo bicou a menina,
A menina beliscou o Papa-figo.
O fim de semana foi muito bacana,
Que pena! Acabou a semana.

Morena da saia rodada,
Quem tua saia rodou,
O vento bateu na tua saia...Morena!
Meu coração se apaixonou.

Lá no mato tem onça e tem javali,
Também tem um bicho chifrudo...
Verdade minha gente!
E ele vem passear por aqui.

Meu amor me fez um doce,
De goiaba e marmelo,
  Doce passou do ponto, meu bem!
        Para tirar um pedaço, meu bem, só se for com o martelo.

    Minha cantiga de roda,
  É batida na palma da mão,
  São os meu olhos nos teu olhos,
 Querendo ganhar o teu coração.

      Mandei um passarinho,
te levar um recado,
      Ele não te entregou, Morena!
      Porque tu estavas com teu namorado.

                                 
                                                                                                      Francisco Gouveia



quinta-feira, 24 de setembro de 2015



ABUTRES HUMANOS

Eu nasci naquela terra onde cantavam os passarinhos,
Mas rajadas de metralhadoras fizeram mudar seus ninhos.
Naquela terra tinham belas casas para se admirar,
Mas as bombas que caíram não deixaram nada para se olhar.
O povo daquela terra também fugiram do lugar por causa da guerra.
Como refugiados hoje vivem numa beirada de cerca de fronteira,
esperando por alguém  que delas venham se penalizar.

A fome  e a miséria herança da falta de compreensão e entendimento,
Uns lutam para manter o orgulho, poder e ideologia,
Causando aos mais fracos dores e sofrimento,
São os abutres  humanos comendo a carne da sociedade.
Para eles não importa sexo tamanho ou idade.
Sempre  prevalecerá a sua própria vontade.

                                                                        Francisco Gouveia

quarta-feira, 23 de setembro de 2015



Aonde te leva fama além da cama?
Aonde te leva a fama se o dinheiro acabar?
Aonde encontrará alguém para te desejar quando teu corpo envelhecer?
Para onde irá a tua vaidade e o teu orgulho quando morrer?

A vida é só esta e é passageira.
Passa tão rápido que não dá para se notar.
Com ela leva tudo que gostamos,
Fica tudo para trás e não dá para se voltar.
Só decepção, amizades vão, orgulho e vaidade um dia serão,
um vazio no coração.

                                                                   Francisco  Gouveia

domingo, 13 de setembro de 2015






A estrela da minha vida no meu céu esta bem definida,
Brilha, brilha com todo resplendor.
Amor, amor gostaria de ter asas para voar.
e ir ao céu só para te beijar.

Voar por todas as constelações, gritando teu nome,
Declarando todo meu amor.
Mas isto é um sonho que igual fumaça..some.
A estrela da minha vida é uma flor.
Que perfuma a minha vida onde eu for.

                                                           Francisco Gouveia

quinta-feira, 10 de setembro de 2015




A luz do teu olhar alegra o meu viver.
É a luz que ilumina a minha vida, me dá  alegria
e não deixa eu sofrer.
O teu sorriso é a luz do meio dia, porque todos os dias
nunca vão escurecer.

Alguns lutam para ir ao Paraíso,
Mas cheguei ao Paraíso quando conheci você.
Meu céu estrelado, tem a maior e mais bela estrela,
E essa estrela que faz eu viver.
A luz do teu olhar que alegra meu viver.

                                   Francisco Gouveia

terça-feira, 8 de setembro de 2015





Dorme meu benzinho, para um alegre despertar,
Sonha colorido pois o mundo está a te esperar,
Aqui fora é tudo escuro, traga muitas cores para nos alegrar.
O útero parece escuro, mas é o melhor lugar que há,
Aqui às vezes a tristeza toma lugar da felicidade
e a dor no coração vem habitar.
Dorme meu benzinho,  dorme feliz antes de nascer.
O íntimo do ventre da mãe é o melhor lugar que se pode ter.

                             Francisco Gouveia

domingo, 6 de setembro de 2015



Quero

Não me deixe mudo neste mundo,
Fala não te cale, não emudeça não me entristeça.
Não apague este sorriso eu preciso de um alento no meu peito,
Eu também tenho direito de amar.

Quero ser a tua pele, tua respiração, a batida do teu coração.
Quero ser o teu amor a tua paixão.
A lingerie colada no teu corpo, o suor do rosto,
O teu prazer, os teus suspiros...eu quero morrer de amor.

                                  Francisco Gouveia

sexta-feira, 4 de setembro de 2015


Entre os Pinheirais


Onde está você, que escondeu-se entre os Pinheirais?
Onde está o brilho dos teus olhos que não vejo mais?
O vermelho carmim dos teus lábios ainda estão tatuados em mim,
A saudade que sinto não tem fim.

Onde está você, que os meu olhos não conseguem ver?
O meu coração quer me abandonar para te procurar.
Onde esta?  Onde está?
O amor que um dia você me prometeu e disse que era meu.
Onde esta você escondida nestes Pinheirais?
Pássaros ao meu redor cantam em madrigais  tristes e dolentes.
Eu não suporto mais de amor estou ficando doente.


                                               Francisco   Gouveia

quinta-feira, 3 de setembro de 2015



Esperança Morta



Meu sonho é atravessar o grande mar. e
chegar a outro lugar onde o mal não pode me encontrar,
Ser feliz, sorrir e amar.
Viver como se deve viver livre da ganância e egoismo,
daqueles que roubam tudo para si, 
e nos deixam somente a morte e a pobreza,
fome e a sede pela sede do poder.
Eu quero viver, viver e atravessar o mar,
em busca da sorte.
Mas será que o destino vai deixar?

                                           Francisco Gouveia

quarta-feira, 2 de setembro de 2015



Vadia, chama a atenção nas ruas de Damasco.
Balança o corpo igual a uma boneca, saltita como um moleca.
Boneca da Rua Direita meus olhos te espreitam.
Eu quero você para mim, quero me deleitar da tua alegria,
E descobrir  de onde vem essa felicidade e qual é a magia.
Do brilho dos teus olhos e este sorriso que contagia.

                                                                Francisco Gouveia


terça-feira, 1 de setembro de 2015



DAYSE

O vento rasteiro do campo acaricia a relva verde,
Balançando os caules do capim fresco molhados pelo orvalho.
As margaridas parecem sorrir ao receber o afago do vento.
Os pássaros deslizam ao sabor das ondas do ar.
A Natureza, a natureza do teu olhar.
A Primavera dos teus lábios, sabor de cereja do inverno que
me convida em teu corpo me esquentar.
Sentir o teu calor e amar...e amar.

                                                                                    Francisco Gouveia