Translate

sexta-feira, 31 de outubro de 2014


Morcega da floresta Morcegueira, que uivas a noite inteira.
Não controlas teus desejos de vampira e aspira
o desejo de um falso beijo sugar o meu pescoço agarrada ao meu dorso.
Que me dera se um dia  à luz do Sol ter a alegria de te abraçar,
Sentir teu corpo se abrasar envolto pelo meu...
talvez eu deixaria o meu pescoço para você sugar. 

                                                                         Chico Gouveia

quinta-feira, 30 de outubro de 2014


As estrelas caem do céu, sobre a relva molhada.
Formam uma linda estrada reluzente.
Nesta noite enluarada... diferente,
Caminho no rastro de um sonho a procura da minha doce amada...somente.

Os céus e a terra se misturam diante de meus olhos,
Numa visão surreal... espanto.
Ouço canto de uma voz angelical...timbre santo.
Melodiosa canta um fado, canta a tristeza mortal.

Ando no mundo de fantasia, isento de amor e alegria,
Por onde andará aquela que meu coração almeja,
O destino esconde a minha amada... Será!
Será porque ele também a deseja.

                                           Chico Gouveia

terça-feira, 28 de outubro de 2014


"FADO DA MARIA, MINHA MARIA"

Sorri de mim... sarcasticamente.
Sorri de mim... fazendo pouco da minha dor.
Sorri de mim... apunhalando-me diariamente.
Sorri de mim... com a ironia de um falso amor.

Então sobes a ladeira Das Pedras,
Saltitando igual a uma cabrita;
Cantas fados da Amália, planejando a desdita,
De  me apunhalar com a adaga da perfídia.

"Maria vai com as outras" ,
De braços dados com a indecisão, não tem opinião,
Ouve mais atenta as amigas,
mas não ouve meu coração.

Cachopa desnaturada, sem rumo sem direção,
Os teus sentimentos estão nos pés,
Ou ainda não conheces paixão;
Ainda mais talvez nascestes sem coração.

                                Chico Gouveia

sexta-feira, 24 de outubro de 2014


E C O S

Ruas estreitas forradas de pedras rústicas,
Para teus rogos Vale do Cedrom serviu-lhe de boa acústica.
Foste e sempre serás a Voz que ecoa no deserto.

No deserto deste mundo imundo arrastado pelo pecado.
O pecado, a dor de não conhecer o verdadeiro amor.
Insolência, maledicência, ganância e imoralidade.
Tomou conta do homem de todas as idades.

Em toda a parte do mundo, nem por um segundo, verdade há.
A mentira se irradia por todo lugar.
Mas a voz que ecoa no deserto continua e continuará,
Avisando: " A verdade em breve tomará seu lugar,
Seu lugar de direito, transformando este mundo... Tornando-o perfeito.

                                           
                                                    Chico Gouveia

quinta-feira, 23 de outubro de 2014


Fiz as malas para a solidão, tirei a tristeza do meu coração;
Agora vou sair por ai de braços com a alegria,
Procura alguém que queira ser feliz também.
Andar pela noite, do amor receber açoites...amar.

A vida é muito curta para se importar com as dores,
Com a solidão com os desamores e decepções,
A vida foi feita para se viver com abundante alegria,
Cada vez mais a cada dia; Muitas emoções.

                                                                                                Chico Gouveia

terça-feira, 21 de outubro de 2014


Continuas com cara de boneca, rosto de criança... sapeca.
A idade não te alcançou, aliás ela passou, você ficou.
Mais bonita a cada dia, quem diria aquela rãzinha feia, 
se transformar na mais bela sereia. Linda!

Você contagia, onde busca tanta energia?
E esse alegria interminável...
E o teu coração, para quem vais dar?
Está na hora de escolher alguém, será difícil.

São tantos que você cativou,
São tantos apaixonados que fico preocupado.
Será que... terei alguma chance de ser premiado.
E pelos teus lábios ser beijado.
E por ti ser amado.

                                                                                                        Chico Gouveia

segunda-feira, 20 de outubro de 2014


Uma das missões da poesia é colocar palavras no lugar da dor.
Não para que a dor termine, mas para que ela
seja transfigurada pela beleza.

O corpo é um instrumento musical
 que pode tocar várias músicas.
A beleza do corpo está na música que ele toca.

Não é aquilo que se diz que erotiza o corpo;
é a música com que aquilo que diz é dito.
É a música que amamos.
A alma é uma entidade musical...

domingo, 19 de outubro de 2014


Exílio Afegão

Se quisesses na morna tarde,
De um primavera sufocante,
Acalentarias o indolente retirante,
Com tua sobra aconchegante.

Oh! nuvem passageira encobrindo o sol abrasador,
Com teus braços de algodão,
Saciando com o frescor o árido chão,
Com um abraço amoroso.

Respondendo a um rogo clamoroso,
Daquele que caminha em solo arenoso.
Sobrevivente da Esperança. Ressurreto da fé.
Mais devoto do amanhã do que outro qualquer.

Meca ou Medina, seu guia é Alá,
Destino incerto no mapa do Alcorão.
Sem vontade de ir, sem poder ficar, não há opção,
Tudo vai ficando para trás...até o coração.

                                                                          Chico Gouveia

sábado, 18 de outubro de 2014


Eu quero um beijo teu,
Mas acho que você me esqueceu.
Não dá mais importância para mim, nem um pouquinho assim.
Não sejas assim tão ruim.

Acho que gostas mesmo é de dinheiro,
O seu amor primeiro.
Quer presentes, para ficar contente.
Mas quando falo de amor e carinho,
Você só pensa em me desdenhar, assim não dá!

Estou me arrependendo de viver com você,
E  não se esqueça,
Vivendo contigo estou igual a prego, só levando na cabeça.
E, antes que eu me esqueça, meu coração só tem levado pancadas,
Das  tuas atitudes malcriadas.
Acho que chega!

                                                        Chico Gouveia

quinta-feira, 16 de outubro de 2014


Grande amor.Amor grande.
Rápido amor.Amor! rápido.
Sonho de amor.Amor de sonho.
Feliz amor!Amor feliz.
Carente de amor.Amor  carente.
Falso amor! Amor falso.
Amor sincero. Sincero Amor.
Verdadeiro Amor. Amor verdadeiro.
Amor...Amor.
Como é fácil pronunciar amor.
Como é difícil amar. Se não aceitar as falhas do outro ou reparar nelas.
Não aceitando-as. Amar é compreensão, paciência e respeito.
Amar é...Qual é o seu amor?

                                   Chico Gouveia

quarta-feira, 15 de outubro de 2014


Quero me casar contigo...Por favor não digas Não!
O que mais quero nesta vida, é ter o teu coração.
Não penses nem por brincadeira em me fazer rejeição.
A minha vida inteira quero viver contigo em eterna paixão.

Quero ser feliz ao teu lado, não importa a situação.
Receber teus carinhos, tua companhia não será nenhuma fantasia.
Será o meu maior tesouro te fazer feliz e viver em plena alegria.
Quero me casar contigo minha doce Maria Felicidade.
Não digas não, pois seria um castigo para toda eternidade.

                                       Chico Gouveia

terça-feira, 14 de outubro de 2014


Casando-se de branco, mais de cem convidados inclusive a dívida no banco.
Morar numa casa quase vazia, os pouco móveis... crediário na Casas Bahia.
Mas temos o amor e a felicidade em dia.
A noiva tossiu será gripe Ebola, a vítima não tem cura sai numa sacola,
Sacola preta da cor da África negra.
Mas a noiva sorriu engasgou-se com o brigadeiro muxo passado,
deixado por um convidado.

Agora quem tossiu fui eu será pneumonia ou tuberculose
Que agonia tomar remédio ou injeção todo dia.
Mas foi simplesmente  uma tosse.
A noiva está brava comigo, como nunca se viu.
Depois de um beijo ela me disse: Quem está com Ebola é a puta-que-pariu!

Fomos olhar nossos presentes...
Uns caros, outros baratos, desnecessários mas de bom coração.
Mas o que nos chamou atenção foi uma caixa de preservativos.
Pra quê ? Se a noiva esta no sétimo mês de gestação. 
Mamãe...Mamãe !

                                         Chico Gouveia



segunda-feira, 13 de outubro de 2014


Vestida de branco, véu e grinalda.
A minha Esmeralda se casou.
Casou-se na igreja. Eu fiquei do lado de fora,
Mas meu coração entrou para sofrer a decepção.
Aquela que tanto amei foi só ilusão.
A sua felicidade foi a minha tristeza.
Muitos sonhos foram o meu mal...  se acabaram
desintegrados por um punhado de arroz na escadaria da catedral.

domingo, 12 de outubro de 2014


No jardim lá de casa tem uma flor que ninguém sabe o nome.
Ela floresce em todas as estações, mas muda de cor quando vê um homem.
Gosta de ser bem regada, mas fecha as folhas se a água é gelada.
Exala um perfume delicioso e  gosta de ser acariciada.
Me disseram que esta planta veio lá da China, 
Os espiritualista dizem que é o espírito de uma menina.

                                                              Chico Gouveia

quinta-feira, 9 de outubro de 2014


Não te vendas por trinta moedas, pois elas podem estar enferrujadas.
Mesmo que fossem de ouro, elas também não valem nada.
És bonita, linda e graciosa, teu valor é inestimável...
Mas sem caráter não vales nada.
Seria como um diamante jogado à beira da estrada.
Apenas mais uma pedra para ser pisada.

                                                            Chico  Gouveia

terça-feira, 7 de outubro de 2014


O dia morre ao entardecer aos pés da noite.
A noite morre ao amanhecer nos braços do dia.
A Lua como em todas noites passa por mim, me olha, e vai embora com as horas.
E você passa nem me olha, me ignora finge que não me conhece...
e ainda me atira as pedras da rua.
Porque?
Qual é o meu crime? Qual será a pena que me redime?
Me responda?
Não me escondo, não te escondas!
É grande a ilusão em te querer?
Se não me queres, diga?
Não faças intrigas, não deixe meu coração machucado.
Porque com as mesmas pedras que me atiras, também posso quebrar o teu telhado.

                                                           Chico  Gouveia 

segunda-feira, 6 de outubro de 2014


FUI EU
Que ficou abraçado ao  teu corpo o dia todo? Fui Eu.
Quem te fez juras de amor o dia inteiro? Fui Eu.
Quem deu-lhe mais de mil beijos num só dia? Fui Eu.
Quem fez amor com você varias vezes no mesmo dia ? Fui Eu.
Quem jurou que te amava?  Foi Eu.  
Enquanto eu era sincero você fingia e derrepente até me esqueceu.

                                                   Chico Gouveia

quinta-feira, 2 de outubro de 2014


As dores d'alma não se curam com analgésicos,
Não existem sanatórios nem hospitais para essa patologia.
Um novo amor, uma boa amizade são  boas casas de recuperação.
Bom linimento para curar as amarguras do coração...
Ainda é a  alegria temperada com felicidade.

Chico Gouveia

quarta-feira, 1 de outubro de 2014


Quem está lá fora assoprando o vento?
Quem está lá fora me prendendo aqui dentro?
Quem levou a chave da porta do meu coração?
Quem  mandou chover se ainda não é a estação?
Quem emprestou meu amor, que ainda não me devolveu?
Que  tentou matar minha tristeza, só que ela ainda não morreu?

Eu não quero mais viver só, mas a solidão de mim não tem dó,
Vive roubando a minha felicidade, apaga todas as luzes da minha cidade,
Na escuridão desta agonia não encontro alegria, nem caminhos para fugir da ansiedade,
Triste é viver só sem amizades.

                                                              Chico Gouveia