Translate

terça-feira, 30 de junho de 2015


Na noite que passou sonhei, sonhei com você.
Sob um céu estrelado.
Me senti casado ao teu lado.
Feliz, o meu coração me diz amor, amar e beijar,
colado ao teu corpo e as estrelas a nos olhar.

Teus lábios me seduz, sob a luz de uma estrela
que também adora vê-la,
Ciúmes da luz do meu olhar.
Meus lábios colaram aos teus,
O mundo então clareou, o dia amanheceu.
O meu sonho adormeceu.

                                                                             Francisco Gouveia

quinta-feira, 18 de junho de 2015


Coloca teu vestido novo, para esse povo todo de olhar,
uma flor no cabelo, com muito zelo,
para irmos dançar.
Hoje é dia de festa lá no "arraiá".

Não vou largar da tua mão, pois meu coração não vai deixar,
Quero ficar bem grudado, colado quando dançar.
Quero sentir o teu perfume, e nos teu olhos não vou parar de olhar.
Somos casados, mas de ser teu namorado nunca vou deixar.

Falem que quiser falar, me chamar até de carrapato.
Mas de você não vou desgrudar
Ansiando quando voltar para casa.
Voltar ao nosso leito para poder te amar.

                                                                          Francisco Gouveia


Ana Maria...Ana má ria, sorria Maria.
Enquanto não vem o choro, Ana má ria.
Dos teu pecados todos os dias.
Das ilusões que causastes e de todas as tuas fantasias.
Ria!

Imaginas que tua beleza  será eterna.
Mas terá um fim algum dia. Maria.
Todo desprezo te servirá por ironia
A ilusão que tu vendestes a ti voltaria.
E não será mais riso,Maria. 
Você chorará. Má ria.

                                                          Francisco Gouveia 

quarta-feira, 17 de junho de 2015



Eu nasci na barranca do Rio São Francisco,
O Velho Chico como era o apelido de meu avô.
Quando nasci me colocaram também o nome de Francisco,
Porque esse nome o Rio também me legou.

 Quando cresci uma carranca me beijou na boca, de ciúmes o Velho Chico assoreou,
Entrei em uma barcaça e Ele de rio acima me levou.
Desde este dia em diante meu destino ao dele, minha vida se juntou.
De navegar em suas as águas nunca mais ela parou.

Transporto o que o Velho Chico pode levar,
cargas de todos os tipos e pessoas que gostam de passear.
Também jogo a rede pesco os peixes que ainda podem se encontrar.
Namoro com a menina que a mãe deixar,
Mas fujo dos pais bravos, pois não quero me casar.

Sou amasiado com a minha barcaça e  ela não vou abandonar,
O Rio é a minha vida e tudo que nele há,
Cada cidade ribeirinha que eu aporto  é o meu doce lar,
Um pedacinho do meu coração distribuído em cada lugar,
Que as águas do Velho Chico nunca poderão levar.

                                                                               Francisco Gouveia

quinta-feira, 11 de junho de 2015



Ela nem se lembrou de mim.
Dançamos, nos abraçamos e até se beijamos,
E ela não se lembrou mais de mim.
Me cativou, me apaixonou e não mais comigo se importou.

Trocamos o número de telefone, me deixou cheio de esperança.
Quando ligo para ela dizem: " Esse número não existe"
Para mim ela também nunca me ligou.
Ela nunca mais se lembrou de mim.
Me enganou! Me enganou e me enganou!

Me traumatizou, fiquei com receio de gostar de alguém novamente.
De ser esquecido, de não gostarem de mim.
Dia dos Namorados para quem? Que sensação ruim!
Mas para não passar em branco, vou dar um presente mesmo e para mim.

quarta-feira, 10 de junho de 2015




Aproximemo-nos do trono da graça com toda confiança,
a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos
graça que nos ajude no momento da necessidade.

                                          Hebreus 4:16

Deus não permitirá que você veja o futuro...assim sendo,
a melhor coisa a fazer é desistir de procurar.
Ele promete uma lâmpada para nossos pés, e não uma bola de cristal no futuro.
Não precisamos saber o que acontecerá amanhã.
Só temos que compreender que Deus nos guia e que encontraremos
"graça que nos ajude no momento da necessidade".
Portanto toda predição do futuro que precisamos para a nossa vida está
na Palavra de Deus: Tua Palavra é lâmpada para os meus pés,
e luz para o meu caminho. Salmo 119:105.
Portanto descubra seu futuro lendo e praticando a palavra de Deus.
Um futuro maravilhoso lhe aguarda.

segunda-feira, 8 de junho de 2015



A minha casa é um casa na fazenda.
Foi o meu pai que deixou para mim.
Me recomendou habitá-la até meu fim.
Pois lá estavam as raízes das lembranças do nossos tempos de criança,
e de todo amor dedicado por eles a mim.

Rodeada de árvores e flores, um pomar de variados sabores e odores,
Que frutifica o ano todo, faz a festa da passarada
E enche o nosso dia de alegria.
E dá desejo de eterno viver.

A minha casa é uma casa doce, doce de muitos sabores,
Tenho tudo que a natureza maravilhosamente me deu.
Deus me abençoou ricamente, mas de uma coisa se esqueceu.
De me dar neste cantinho, um amor, um benzinho.
Assim como os passarinhos que vem fazer ninho
bem juntinho d'eu.

                                                                                    Francisco Gouveia  

             


sexta-feira, 5 de junho de 2015



Quando você resolver voltar, aqui estou.
Com o peito cheio de saudades e de amor.
Nunca me esqueci dos teu carinhos,
Mas viver só, é como um filhote de passarinho que caiu do ninho.
Sujeito à mercê de toda fatalidade, amor como dói a saudade.

Estou aqui te esperando, o sorriso desapareceu
estou chorando.
Difícil viver nesta agonia, olhando para o fim da rua,
esperando a sua volta todos os dias.
Meu amor volte logo, me mate de alegria.

Se eu soubesse onde você está, eu já teria ido lhe buscar.
Sem demorar, iria agora.
Mas você se escondeu do outro lado do mundo,
Do mundo de amor que você me deu.
Tentou matar o meu amor, mas o meu amor não morreu.

                                Francisco Gouveia.

quinta-feira, 4 de junho de 2015



Não quero mais, amar a ninguém.
Ninguém!
Não fui feliz, o destino não quis,
Meu primeiro amor...
Meu amor.
Caiu como uma flor ainda em botão,
hoje são espinhos que dilaceram meu coração. 

Eu fiz de tudo para viver ao seu lado,
mais até então só fui pisoteado.
Magoado, resolvi pela separação.
Prontamente você aceitou, partiu cantando essa canção:
"Não quero mais amar a ninguém..."

                                                                     Francisco Gouveia

quarta-feira, 3 de junho de 2015



O Sol e a Lua irão escurecer, e as estrelas perderão seu brilho.

                                                                    Joel 3:15

Quando a Lua não tiver mais claridade,
É porque o Sol já se apagou.
Quando a Terra for somente trevas.
A humanidade também não mais existirá.
Somente os demônios errantes passearão por ela,
saudosos de cada malignidade praticada e de cada ser humano desaparecido.
Chamando também a morte para si,
Mas ela não os ouvirá.

Mil anos, a total escuridão será a senhora da Terra.
Até a Luz de Deus Todo Poderoso Voltar;
Com o julgamento e a condenação eterna.
Enfim os demônios encontrarão o caminho para a morte,
e todos aqueles que ousaram ao Todo Poderoso desafiar.

E fim um novo céu e uma nova Terra florescerá novamente.
E o Sol da liberdade em Cristo intensamente brilhará.
Voltaremos a ser um Paraíso terrestre...
Porque Deus Onipotente  aqui também habitará.

                                  Apocalipse 20: 1 ao 3, Apocalipse 21: 1 ao 5

                                                                Francisco Gouveia.

segunda-feira, 1 de junho de 2015



"DIA DOS NAMORADOS."

Dona Rosa! Cadê a rosa que lhe dei?
Até o meu dedo furei quando fui colher para lhe dar, 
Quantos palavrões eu ganhei da vizinha,
Pois esta rosa era do jardim dela e, eu roubei.

Dona Rosa, cadê a rosa amarela?
Tão linda de beleza singela,
Mas só tinha ela, mesmo sendo roubada
- Com amor lhe dediquei.

Será que você jogou fora,
Quase na mesma hora em que lhe ofertei.
Meu amor é verdadeiro,
Mas foi por falta de dinheiro,
Que outro presente não lhe dei.

Quanta ingratidão, do fundo do seu coração.
Eu para lhe agradar,
Me fiz até de ladrão.

Rosa que malcriação,
Os espinhos da rosa  furam o meu dedo;
Mas você Dona Rosa... Furou meu coração.

                           Francisco Gouveia