Translate

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015


"Amor"

Hoje eu estava na janela do quarto observando as minhas plantas,
Quando no muro um pardalzinho fêmea pousou no muro.
Pouco depois um pardalzinho macho, se conhece porque o macho tem mais cores.
A fêmea balançou as asas como convidasse o macho.
Ele veio e copulou com ela 14 vezes, subindo e descendo de cima dela.
Em menos de 1 minuto.
Depois ela se balançou e foi embora.
Ele ficou  como se estivesse tonto, para ali por mais de 4 minutos.
Recuperou as forças também foi embora.

O Amor é eterno, o sexo é efêmero, passageiro.
O sexo pode até ser prejudicial, como no caso do pardal,
Quem me garante que vão se ver novamente.
O Brasil tem um número fantástico de mães solteiras
em relação a China que tem bilhões de habitantes.
Por trás de uma mãe solteira, sempre tem um drama social e familiar.

As nossas relação deveriam ser motivadas por amor.
Amar ás vezes é difícil devido ao caráter, tanto nosso como do outro.
Até para amar no mundo de hoje devemos nos preparar.
O mundo de hoje é egoísta, predador e separatista.
O homem e a mulher estão se distanciando um do outro.
O amor agora é só um flerte, e às vezes prejudicial.

                                                   Chico Gouveia

Nenhum comentário:

Postar um comentário