Translate

terça-feira, 26 de abril de 2016




PANTOMIMA



Um olhar frio e distante, léguas longe da realidade,
Procurando no passado um futuro perdido.
Talvez nas páginas do livro da saudade
Um sentimento fingido.

Mas acabou o teu romance, tua atuação como atriz,
Por um triz quase deu certo.
Mas o amante foi esperto e fugiu.
Não acreditou no papel de falsidade que interpretou.

Teu engano, tua fantasia, foram poucos dias.
Mas imaginastes que todos eram iguais a eu
Que sofreu quando nosso amor morreu,
A falsa representação acabou com a tua alegria.

                                                                                                        Francisco Gouveia

Nenhum comentário:

Postar um comentário