Translate

quinta-feira, 7 de agosto de 2014


As horas são mornas e demoram a passar. 
Se elas não passam você não vem.
O meu tempo acha graça, também sentado na  praça;
E você não vem, será que o seu tempo parou.
O meu tempo já se passou e quer ir  embora também.

Meu bem não adianta se esconder, eu encontro você.
Onde estiver, em qualquer lugar ou lugar qualquer.
O meu amor tem faro de perdigueiro,
Meu coração, meu companheiro.
Te achará, mesmo que tiver que andar o dia inteiro.
  
                                                             Chico Gouveia

Nenhum comentário:

Postar um comentário