Translate

segunda-feira, 25 de agosto de 2014


As noites são curtas. As cobertas são frias. A cama é vazia.
Dias longos. Cadê você?
Meu corpo queima em brasa, você era minha casa, o meu viver.
Meus lábios ressecam faltam os teus beijos...Cadê você?
Estou sem braços, falta-me os abraços, o calor que emana do teu corpo
é a energia que faz eu viver.
Não me deixe morrer de amor...Cadê você?

                                             Chico Gouveia 

Nenhum comentário:

Postar um comentário