Translate

domingo, 6 de setembro de 2015



Quero

Não me deixe mudo neste mundo,
Fala não te cale, não emudeça não me entristeça.
Não apague este sorriso eu preciso de um alento no meu peito,
Eu também tenho direito de amar.

Quero ser a tua pele, tua respiração, a batida do teu coração.
Quero ser o teu amor a tua paixão.
A lingerie colada no teu corpo, o suor do rosto,
O teu prazer, os teus suspiros...eu quero morrer de amor.

                                  Francisco Gouveia

Um comentário: