Translate

terça-feira, 11 de julho de 2017






Guardar os mandamentos de Deus.

De tudo o que se tem ouvido, o fim e: Teme a Deus e guarda os
Seus mandamentos; porque este e o dever de todo homem.
Eclesiastes 12: 13.



Ele [Salomão] conta-nos a historia de sua busca da felicidade.
Empenhou-se em persecuções intelectuais; satisfez o desejo de prazeres; realizou seus planos de empreendimentos comerciais.

Estava  circundado do esplendor fascinante da vida da corte. ...
Salomão assentava-se sobre um trono de marfim, cujos degraus eram de ouro maciço, ladeados de seis leões de ouro. Seus olhares pousavam em jardins muito belos e bem cultivados.

Essas imediações eram visões de beleza, arranjadas para se assemelharem, tanto quanto possível, ao Jardim do Éden. Arvores arbustos e flores escolhidos,  de toda espécie, haviam sido para ali levados, de todas as  terras estrangeiras, para embeleza-los. Pássaros de toda variedades e brilhante plumagem esvoaçavam de arvore para arvore, fazendo  vibrar o ar com suaves gorjeios. Servas jovens, elegantemente vestidas  e ornamentadas, esperavam para obedecer-lhe ao mínimo desejo.
Cena de festa musica, esportes e jogos estavam arranjadas para a  sua diversão a custos extravagantes.

Tudo isso, porem, não trouxe felicidade ao rei. ... A dissipação lhe deixara impressões na face, antes suave e inteligente. Era uma triste figura do jovem que havia sido. Tinha a fronte vincada de cuidados e infelicidade. ... Seus lábios estavam preparados para proferirem reprovações ante o menor desvio de seus caprichos.

Os nervos enfraquecidos e o corpo cansado mostravam o resultado da violação das leis da natureza. Era uma testemunha de uma  vida arruinada, uma malsucedida busca da felicidade. ...
A estrada da verdadeira felicidade continua sendo a mesma em todas as épocas. O paciente prosseguimento em fazer o bem levara a  honra, a felicidade e a vida eterna.

Confia no Senhor e faze o bem; habitaras na Terra e, verdadeiramente, serás alimentado. Salmos 37:3.
A verdadeira felicidade encontra-se unicamente em ser bom e fazer bem. A mais pura e elevada honra e experimentada pelos que  cumprem fielmente os deveres que lhes são designados. ...

Cristo deu a todos a obra do ministério. Ele e o Rei da gloria,  todavia declara: “O Filho do homem não veio para ser servido, mas  para servir.” Mateus 20:28.

E a Majestade do céu, no entanto de  boa vontade consentiu em vir a Terra para fazer a obra que Lhe  foi entregue por Seu Pai. Ele enobreceu o trabalho. Para nos dar  o exemplo de atividade, trabalhou com as próprias mãos no oficio   de carpinteiro. ... Compreendia ser um sócio na firma da família, e  desempenhava voluntariamente a Sua parte nas responsabilidades.


As crianças e os jovens devem achar prazer em tornar mais leves as obrigações do pai e da mãe, demonstrando abnegado interesse no lar. Ao suportarem com alegria a parte das responsabilidades que lhes pesa sobre os ombros, estão recebendo instrução para se tornarem  aptos para posições de confiança e utilidade.

Cada ano devem fazer progressos, trocando gradual mas seguramente sua conduta de meninos e meninas pela de verdadeiros homens e mulheres. No  fiel desempenho de simples deveres do lar, os rapazes e as meninas lançam os alicerces da excelência mental, moral e espiritual.

A riqueza e a ociosidade são por algumas ensinadas como sendo verdadeiras bênçãos; mas os que estão sempre ocupados, e com satisfação fazem o seu trabalho diário, são os mais felizes e desfrutam melhor saúde.

O cansaço saudável resultante do trabalho bem ordenado garante-lhes os benefícios do sono reparador. A sentença de que o homem precisa trabalhar para a obtenção do pão de cada dia, e a promessa de felicidade e honra futura provem ambas do mesmo trono, e ambas são bênçãos.
                                                                                                                                                                                                                E.G. W



LEIA A BÍBLIA

APRENDA MAIS

ORE SEMPRE FALE

COM O SEU SALVADOR O

SENHOR JESUS CRISTO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário