Translate

segunda-feira, 1 de maio de 2017





Entre a vida e a morte


Minha alma de tristeza geme, de medo meu corpo treme,
 Meu coração fibrila apressadamente quer parar,
Meus olhos lacrimejam, eu estou tremulo.
O meu mundo parece acabar.
Acabar em nada, sem esperança.
A vida em mim teme em terminar.
Tudo escurece um lapso de tempo...
Volto a vida, olho para o céu.
O sol ainda está lá. Ainda há uma luz a brilhar.

                                      Francisco Gouveia






Nenhum comentário:

Postar um comentário