Translate

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017





V I D A


Quanto mais eu corro maior é a distância,
Corrida desesperada atrás da esperança,
Em busca dos meus sonhos desde criança.
Os anos passam tão depressa, onde ficou a minha infância.

O corpo vai passando por uma mutação,
A jovialidade da vida se perdeu na estrada.
Meus cabelos estão perdendo a cor,
O amor do meu amor é história passada.

Verde dos meus olhos embaça no horizonte,
Enrijecido meu corpo reclama: ”Vamos aguardar os desejos e a esperança na cama”.
“Talvez um sonho se concretize em um sono
 Antes “que o sol da vida se ponha”.

Quanto mais eu corro maior é a distância,
Corrida desesperada atrás da esperança,
Em busca dos meus sonhos desde criança.
Os anos passam tão depressa, onde ficou a minha infância.




Francisco Gouveia ( Brasil)

Nenhum comentário:

Postar um comentário