Translate

sábado, 27 de agosto de 2016



C E I F A

 Ceifastes o meu desejo de amar,
Roçastes o meu coração.
Me deixastes sozinho, feito um passarinho
que caiu do ninho.

Tudo que eu te ofereci, usaste como adubo,
Para plantar a nossa separação,
Fingistes chorar, só para aguar,
a sua ingratidão.
Tornaste de uma vez, árido o meu coração.

              Francisco Gouveia

Nenhum comentário:

Postar um comentário