Translate

quarta-feira, 31 de agosto de 2016





A MOÇA DA JANELA
      


Ela na janela, toda bela, produzida a esperar,
Quem olhe para ela e fique a suspirar. 
Jogue um beijo e tenha desejo, de lhe namorar.

Ela suspira, e aspira um grande amor,
Um príncipe encantado, que venha montado em todo esplendor.
Que lhe traga flores e um beijo doce de amor.

Ela na janela, toda bela, produzida a esperar,
Quem olhe para ela e fique a suspirar. 
Jogue um beijo e tenha desejo, de lhe namorar.

Mas o dia passa, meio sem graça e nada acontece.
A moça na janela, ninguém veio ao encontro dela.
A noite cai e só a Lua vem lhe admirar.

Vai dormir sonhando com a felicidade,
De prontidão na janela.
Esperando seu amor vir buscar ela.

Ela suspira, e aspira um grande amor,
Um príncipe encantado, que venha montado em todo esplendor.
Que lhe traga flores e um beijo doce de amor.


                                    Francisco Gouveia







Nenhum comentário:

Postar um comentário