Translate

quinta-feira, 31 de março de 2016


A Luz da Lua

Menina feia, da canela encraquelada,
Já está assanhada querendo namorar.
Pula a janela toda noite, quando a mãe pensa que ela esta dormindo,
Está saindo, para com um moleque se encontrar.
Vai para trás do toco, praticar o vuvuco,
E o suco derramar.

Volta de madrugada, antes do sol raiar,dorme para sonhar.
Acorda com os olhos cheios de remela e para ir a  escola não consegue levantar.
Menina feia da canela encraquelada,
Nos amasso já está viciada, não consegue mais parar.
O moleque é safado está a se aproveitar.

Estou sabendo pela boca do povo,
Que de novo uma virgem engravidou.
A mãe dela está enganada, não será nenhum Salvador,
Não é  nenhuma gestação divina, é fruto proibido de um amor,
O filho do Celestino foi quem a menina engravidou,
Feito atrás de um toco e a  os Lua iluminou.

                                                                                    Francisco Gouveia  

Nenhum comentário:

Postar um comentário