Translate

terça-feira, 26 de janeiro de 2016



SONHOS


Ainda vejo você nos meus sonhos, 
fico tristonho dá vontade de chorar, eu choro,
Afogando-me em lembranças dos nossos dias,
Cheios de amor e alegria, você agora é uma poesia que não sei recitar.
Mas ainda me lembro do calor do teu corpo, dos teus beijos,
Dos abraços que me enchiam de desejo de te amar.
Ainda vejo você nos meus sonhos, 
fico tristonho dá vontade de chorar...

                                                              Francisco Gouveia  

Nenhum comentário:

Postar um comentário