Translate

quinta-feira, 13 de agosto de 2015



Já consultei todos os guias de endereços,
mas não encontrei o endereço dela.
Passo o dia na janela esperando ela passar, e não passou.
Será que ela mudou-se da cidade ou não anda  mais por esta rua,
O meu desejo, a minha vontade nua de revê-la,
perguntar o seu nome e me declarar e o meu desejo de lhe amar.

A transeunte que me despertou minha atenção.
despertou meu coração,
Me encheu de alento de paixão passou, passou somente uma vez,
Como fumaça lá no fim da rua se desfez.
Passo o dia nas esquinas,  procurando pelas ruas e fico na janela
e nada novamente d'ela passar.
Estou quase acreditando que foi uma assombração para me assustar.

Francisco Gouveia

Nenhum comentário:

Postar um comentário