Translate

sexta-feira, 8 de maio de 2015



Ela vinha para mim toda vestida de branco,
Sorriso nos lábios se dizia uma santa,
Flutuava no ar quando andava,
Uma perna mais curta que a outra, era manca.

Se oferecia  para mim com toda sinceridade,
Em troca do meu amor ela daria  a  sua virgindade.
Mal sabia ela que eu conhecia sua fama  em toda cidade,
Era dama de má companhia e oferecer seu corpo era a sua felicidade.

Em poucas palavras se conhecia a sua ingenuidade,
A sua inocência era de se tirar proveito,
Todos tiravam, a desnudavam a começar pelos peitos.
Ela me achou também por outro inocente,
E queria levar a sua vida para um lado diferente. Eu.

Cansada da vida que levava me escolheu,
Contou-me todos seus segredos, nada escondeu.
Por isso vinha para mim toda vestida de branco.
Sorriso nos lábios se dizia uma santa.
Flutuava no ar quando andava,
Uma perna mais curta que a outra, era manca.
Mas era sincera... e dizia que me amava.



                                                        Chico Gouveia

Nenhum comentário:

Postar um comentário