Translate

sábado, 1 de novembro de 2014


Para visitar teu corpo amor...
Trago como ingressos as mãos bem cheias de calor.
Lábios a tremer, medo não poder e o amor não valer.
Eu quero te ninar em berços,
Te falar em versos.
Te rezar em terços.
Beijar teus seios, me perder no meio do teu lindo corpo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário