Translate

quarta-feira, 4 de junho de 2014


Não cante uma cantiga triste.
Nem chores por um mal que não existe.
Na casa da Felicidade só serve-se alegria.
É o prato principal todos os dias.

Deixa eu montar na tua garupa,
E, você sai pulando enquanto eu grito; Upa! Upa!
Faz cara de carranca, tenta me derrubar de tuas ancas.
Grita como um doida, se finge de maluca.
Balança o corpo como um bambolê, me esfrega a nuca.
Diga para mim devagarzinho:
Faça comigo o que quiser, mas não deixe de fazer.

Não cante uma cantiga triste.
Nem chores por um mal que não existe.
Na casa da Felicidade só serve-se alegria
E você faz parte deste dia a dia.

                                                                      Chico Gouveia

Nenhum comentário:

Postar um comentário